Não há 30 moedas

Jesus quando esteve em corpo biológico na Terra, ele tinha poderes mais do que suficientes para sair daquela cruz que o sucumbia em dores físicas, apesar de todos os acontecimentos, até mesmo político, que levou a sua prisão, ele sabia que era necessário, pois era esse combinado entre todos envolvidos nas esferas superiores do astral. Só assim, mesmo que ainda não compreendida, para que sua mensagem de Amor Cristico verberasse por todo tempo dessa civilização. Não houve traidores ou algoz, se quer vítima. Mas uma missão de propósito.

A Cruz no contexto representa as escolhas na dualidade da vida humana, não tem a ver com libertação ou salvação, mas escolhas de caminhos, pois ela traz a trindade das essências do homem em corpo. O Encontro do homem vertical, o espírito que chega, como árvore que enraíza-se na terra, gerando frutos amadurecendo em sementes tornando suas ancestralidades. O homem humano na horizontal que corre em leitos, e assim forja a alquimia da vida biológica, a parte que fica ao fim da semeadura e retorna a fagulha do espírito individualizado em alma humana. O espírito é o portal da floresta, e as almas de cada árvore que formam a floresta em cada espécie e particularidades, são fractais de suas expressões.

Portanto, suporta a dor de tua cruz que é do tamanho do que pode-se compreender teu propositivo na terra. Tens a escolha com resiliência vislumbrar a plenitude do homem vertical, ou convalescer-se na cruz do horizontal e não germinar na trindade Terrana.

O amor e a dor não estão juntos, mas ambos terão o tamanho que você der. Quanto maior a sabedoria e a resiliência, serás o farol que mostrará o caminho aos barqueiros na noite escura. Tão quanto maior for a ignorância, míope será tateando as veredas espinhosas da vida neste plano.

Se nasceres aqui, e consciente estiver do teu Cristo, sendo um curador, saberás curar as lepras aleia, mas não talvez as tuas. Contudo, cristalinas forem nas ações terás lapidado e suavizado o teu carvalho na trindade, na existência na Terra.

Quando chegares na hora do fruto amadurecido, talvez já tenhas que partir para germinar novamente as sementes de tuas ancestralidades quando aqui retornar poder encontrá-las.

Se assim for, vá e não reclame, apenas sorria, e não apegue-se as cascas podres jogadas meios as folhas caídas.

Penn – Paulo Erkeys

Terapeuta Natural

Calendário de Eventos

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Top